string(21) "/case-studies/bai.php"

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

"Como banco privado, o BAI tinha uma vantagem competitive sobre os bancos públicos e continua a tê-la devido a um forte compromisso com as tecnologias de informação e formação do pessoal. Nós oferecemos o que outros bancos em Angola ainda não oferecem. BAI é um banco novo e dinâmicoque oferece novos produtos, novas soluções informáticas, e inspira fé nos jovens com iniciativa. Todos estes factores serviram para melhorar o estado da banca angolana como um todo."


Mário Palhares, Presidente e Chairman (extraída da internet)

 

 

A organização


A 13 de Novembro de 1996 nasce em Luanda o primeiro banco nacional privado, direccionado para o mercado de investimentos, com visão internacional, o Banco Africano de Investimentos (BAI).


Contudo, a situação militar e económica que o país atravessava na altura acabou por afastar o BAI do objectivo inicial que era operar no mercado de investimentos. O banco soube visualizar a necessidade de alteração do seu business plan inicial e ajustá-lo aos condicionamentos do mercado nacional e passou a concorrer no mercado de serviços.


O segredo do sucesso do BAI, em que o Banco Comercial Português detem uma posição de 5%, esteve na introdução de muitas vantagens a nível do tratamento de clientes e da prestação de serviços. Mas acima de tudo, esteve no trabalho, dedicação e muito empenho de toda uma equipa, tanto da administração, das direcções, agências e balcões.


As necessidades


As metas fixadas para o banco, nomeadamente o aumento progressivo da quota de mercado do BAI, maximização do negócio de Banca Comercial com especial incidência na actividade empresarial, alargamento da Rede de Retalho e o início da constituição de um Grupo financeiro, foram inequivocamente conseguidas.


Em Angola, apesar da crise instalada, o BAI abriu novas agências e dependências, quer em Luanda, quer nas províncias, privilegiando as zonas do litoral, onde se encontram reunidas as melhores condições operativas. Em Portugal abriu uma Sucursal, mais tarde tornada filial, estando outros países na mira da expansão do BAI, designadamente, Cabo Verde, S.Tomé e Príncipe, Brasil e África do Sul.


Quanto à prestação de serviços, o BAI introduziu no mercado angolano sistemas bancários dinâmicos, para facilitar as transações: terminais de pagamento automático, caixas de levantamento e cartões de crédito e débito, inúmeras linhas de crédito e de contas, bem como o "BAI directo cash" e o "BAI directo linha 24", dois serviços inovadores, que se destinam aos clientes da instituição a efectuar todas operações bancárias, desde a consulta de saldos, requisição de cheques, conversão de moedas e câmbio do dia e realizar transferências e levantamentos.


Enquanto o BAI pretendia criar, para cada área do negócio financeiro, as estruturas específicas dotadas de recursos físicos, humanos e tecnológicos, capazes e competentes, com vista a estarmos mais próximos da satisfação das necessidades de cada cliente, centralmente necessitou de se dotar de um potente sistema de contabilidade analítica, que permitisse funcionar como o tableau de bord da actividade da empresa, monitorizando a evolução e o desempenho do banco.


A solução


Totalmente criada em ambiente nativo AS/400, o ERP CPI dispõe de mecanismos que lhe conferem um máximo de flexibilidade, a fim de se adaptar à maior parte dos ambientes operacionais e filosofias de gestão. O CTB/400 implementado em Angola é um claro exemplo de uma localização de sucesso.


Constituem o CTB/400, aplicação base de gestão administrativa e integrada do ERP CPI, os seguintes módulos:


Contabilidade Geral
Contabilidade Analítica
Contabilidade Orçamental
Gerador de Mapas (Balanços e demonstrações de resultados, Rácios,...)
Interface com aplicações externas (Promosoft e Equation)
Gestão de Terceiros
Gestão de Tesouraria
Facturação de Serviços , NC e ND financeiras
Na base do sucesso do CTB/400 estão alguns conceitos que foram pilares na sua concepção:
Informação de Qualidade
Planos de contas adaptados às necessidades.
Integração da Contabilidade Geral, Analítica, Terceiros.
Diferentes visões de uma mesma realidade.
Controle Orçamental.

Informação Atempada
Fecho do mês na semana seguinte.
Informação às entidades reguladoras dentro dos prazos.
Informação de gestão em tempo de utilização.
Informação distribuída aos utilizadores.


Optimização de Recursos


Lançamentos automáticos via Interfaces.
Distribuição dos pontos de entrada e saída de dados.


Para subscrever a nossa newsletter selecione as seguintes categorias:
         
        
         
Por favor insira o seu nome e email no seguinte formulário:
         
Nome   Email    
   
 
         

 

Obrigado, a sua inscrição foi registada com sucesso.
Last News
Portal das Escolas é parceria entre o Ministério da Educação e a Impresa, com tecnologia CPI

2010-02-05

O Portal das Escolas é uma nova plataforma digital de referência das escolas em Portugal, em que professores, alunos, pais e encarregados de educação podem encontrar os principais serviços em linha relacionados com a vida nas escolas.


Abertas as candidaturas para a 5ª fase do Modcom

2010-01-18

Abertas as candidaturas para a 5ª fase do Modcom

A 5ª fase do programa Modcom, cujas candidaturas decorrem até 12 de Março, disponibilizará 20 milhões de euros de apoios a fundo perdido para projectos de modernização do comércio tradicional e apostará, nesta edição, na rapidez de execução.


Retail Manager na loja Marc by Marc Jacobs em Lisboa

2009-10-27

Retail Manager na loja Marc by Marc Jacobs em Lisboa

A Marc by Marc Jacobs inaugurou no passado dia 14 Outubro a sua primeira loja lisboeta, localizada no Largo de São Carlos.


CPI Retail e QlikTech parceiros em tecnologia inovadora de BI

2009-07-15

CPI Retail e QlikTech parceiros em tecnologia inovadora de BI

Uma parceria inovadora. Assim se pode caracterizar a iniciativa conjunta estabelecida entre a CPI Retail e a CPI Consulting com a QlikTech para o desenvolvimento da oferta em Portugal de soluções integradas de Business Intelligence (BI).


Retail Manager FrontOffice integra sistema de pagamentos da ServiRed em Espanha

2009-04-08

Retail Manager FrontOffice integra sistema de pagamentos da ServiRed em Espanha

O software Retail Manager FrontOffice, solução para o mercado de retalho de moda, lar e lazer, desenvolvido pela CPI Retail, integrou o sistema de pagamentos electrónicos por cartão magnético e chipcard da ServiRed.


AENA atribui certificação a Retail Manager

2009-04-08

AENA atribui certificação a Retail Manager

A AENA (Aeropuertos Españoles y Navegación Aérea) atribuiu o certificado de adequação ao software Retail Manager FrontOffice para os terminais de ponto de venda (POS).


Retail Manager FrontOffice obtém certificação da SIBS em Portugal

IBM Southwest atribui Business Partner Award a CPI Retail

Business Intelligence


       2021 (c) CPI - Consulting
Desenvolvido por: citricweb.pt